Sem categoria

Chá de hibisco

 download (11)O chá de hibisco, assim como o chá verde, tem propriedades medicinais, e com esse intuito tem sido cultivado no Brasil, através da iniciativa da bióloga Lúcia Helena, que se dedica a investigar substâncias fisioterápicas há pelo menos 20 anos. Seguindo esse percurso ela deparou com o cálice das flores de uma espécie conhecida como Hibiscus sabdariffa, que provém da Ásia, especialmente da Índia, e da África. Além do mas está substância atua como calmante, é diurético e laxante, superando os benefícios oferecidos pelo chá verde, pois tem um baixo teor de cafeína. No Ocidente ela só se tornou popular depois que os indianos passaram a enviá-la para os EUA, a Alemanha, Inglaterra e França. O cultivo do Hibiscus sabdariffa exige uma atenção maior, mas o resultado final é plenamente satisfatório, com o desenvolvimento de uma pequena planta perfeitamente agradável à visão, detentora de flores e folhas de intenso valor medicinal. Seu cálice é o elemento mais valioso em termos de produção alimentar. O chá de hibisco, assim como o chá verde, tem propriedades medicinais, e com esse intuito tem sido cultivado no Brasil, através da iniciativa da bióloga Lúcia Helena, que se dedica a investigar substâncias fitoterápicas há pelo menos 21 anos. Seguindo esse percurso ela deparou com o cálice das flores de uma espécie conhecida como Hibiscus sabdariffa, que provém da Ásia, especialmente da Índia, e da África. Hoje a cientista se empenha em elaborar o chá de hibisco consumido no Brasil, o qual atua no aceleramento do metabolismo, além de impedir o aparecimento do diabetes de tipo 2, de reduzir a produção do colesterol, bem como de diminuir os níveis de lipídio e glicose na circulação sanguínea. O cultivo do Hibiscus sabdariffa exige uma atenção maior, mas o resultado final é plenamente satisfatório, com o desenvolvimento de uma pequena planta perfeitamente agradável à visão, detentora de flores e folhas de intenso valor medicinal. Seu cálice é o elemento mais valioso em termos de produção alimentar. Este chá atua também como antioxidante, adia o envelhecimento da pele, além de ser abundante em cálcio. Ele também é utilizado na fabricação de produtos alimentares, como geleias, chutneys, coberturas, molhos de pimenta e temperos, podendo assim ser amplamente empregado para a confecção de pratos gastronômicos finos, como cogumelos shitake, salmão e queijo Brie, e etc… Só recentemente a produção do chá de hibisco se nacionalizou, pois há dez anos ele era obtido apenas como um produto importado. A bióloga Lúcia Helena ganhou várias sementes de um agrônomo recém-chegado da Alemanha, e a partir de então se encantou com esta substância largamente utilizada entre egípcios, gregos, jamaicanos e espanhóis.

Como ser prepara o chá de hibisco:   

Medidas: 

  • 2 colheres cheias (sopa) de hibisco seco; 
  • 1 litro de água. 

Preparo: Após aquecer a água até o ponto de fervura, acrescente o hibisco. Desligue o fogo, tampe e deixe descansar de 5 a 10 minutos, coado em seguida. 

Cuidados 

  • Não se deve exagerar no consumo do chá, pois isto pode levar à intoxicação. É recomendado consultar seu médico ou nutricionista antes de começar a tomá-lo com frequência; 
  • Por seu efeito diurético, o excesso do consumo de chá de hibisco pode levar à eliminação excessiva de eletrólitos importantes, como o sódio e o potássio; 
  • O chá de hibisco é contraindicado para gestantes e mulheres que desejam engravidar, uma vez que pode afetar a fertilidade e os hormônios  
  • O chá de hibisco não é milagroso. Sem estar aliado a uma alimentação balanceada e à prática de atividades físicas para conseguir um emagrecimento efetivo e saudável, a bebida terá seu efeito diminuído; 
  • Uma alimentação que não dependa de produtos industrializados e gordurosos também faz grande diferença para os efeitos desintoxicantes do chá de hibisco. Não adianta esperar um efeito detox sem ter uma dieta equilibrada. 
  •  AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta blog  devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste  blog se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas. 
Anúncios
Alimentos saudável

5 Alimentos surpreendentes que ajudam na perda de peso(O 4 é inacreditável)

Quando pensamos em fazer uma lista dos 5 melhores alimentos para perda de peso, decidimos deixar os alimentos óbvios de fora. Assim sendo, frutas e vegetais não estão nessa lista, porque é mais do que óbvio que você vai precisar colocar esses alimentos na sua dieta. Vale lembrar que, ao contrário do que muita gente faz, não adianta nadica de nada apenas acrescentar esses alimentos na sua dieta um tanto quanto, digamos, caótica, e depois achar que eles vão resolver tudo só porque são os melhores para emagrecer.  E pode parecer incrível, mas infelizmente muita gente se entope de um alimento saudável e emagrecendo, misturado com porcarias mil. Ou então se sente segura por estar ingerindo coisas saudáveis e na primeira oportunidade, enfia o pé na jaca, abusando da criatividade na hora de inventar uma desculpa esfarrapada para seu deslize.

Desta forma, segue aqui a nossa lista dos 5 melhores alimentos para que você emagreça.

Arroz integral

images (7)
È essencial para seu emagrecimento e também muito fácil de fazer.

Arroz é um alimento muito popular, porém comer muito arroz branco não é algo bom para a sua cintura, principalmente porque ele não satisfaz completamente, e no final das contas, você acaba comendo mais do que precisa. O arroz integral é essencial para o emagrecimento. E também muito fácil de fazer.

Legumes

download (10)

Fáceis de usar, e têm poucas calorias.

Legumes são nutritivos, baratos, fáceis de usar, e têm poucas calorias. São o alimento perfeito se você está querendo perder peso. Você deve adicioná-los em suas refeições ao menos duas vezes por semana, para começo de conversa. Algumas carnes de suas receitas podem ser substituídas por legumes, ou você também pode ter uma “noite vegetariana”.

Sementes

images (8).jpg
Tem pouquíssima calorias 

Muitas pessoas deixam de incluir sementes enquanto estão fazendo dieta, por causa do conteúdo calórico.Mas a preocupação com as calorias não deve impedir você de utilizá-las. Isso porque quando você preenche sua dieta com alimentos integrais, sementes, você não precisa se preocupar muito com a contagem de calorias, pois seu corpo naturalmente estará saciado e desejará menos comida. Então, coma um punhado de sementes todo dia, no lugar daquele seu lanche recheado de açúcar, e é garantido que você notará a diferença.

Água

images (9)
Não tente perder peso sem beber ao menos 2 litros de água por dia.

Não tente perder peso sem beber ao menos 2 litros de água por dia. Um corpo bem hidratado significa que as reações químicas funcionarão a todo vapor, e se você não sabe o que isso significa, eu te digo 3 palavrinhas: metabolismo mais rápido! Captou a implicação disso? Pois é! E beba água de preferência gelada, já que seu corpo terá que gastar algumas calorias extras para compensar a perda de calor. Sabia que ao beber água gelada todo dia, seu organismo queimará aproximadamente o equivalente a 2,5kg no período de um ano? Parece pouco, mas para quem realmente quer mudar de vida, não custa absolutamente nada, e bom, fará 2,5kg de diferença em algum tempo.

Aveia

images (10).jpg
ótima fonte de nutrientes e fibras, e também uma escolha excelente para o café da manhã

Aveia é uma ótima fonte de nutrientes e fibras, e também uma escolha excelente para o café da manhã, porque ajuda você a sentir saciedade por mais tempo, ao contrário de cereais comuns, que não obtém o mesmo resultado. Outras vantagens do consumo de aveia são a diminuição da absorção de gorduras, pois ela forma uma espécie de gel que recobre o intestino e atrapalha o processo; e a redução da velocidade de absorção de glicose provida de carboidratos, velocidade que se alta, leva à formação de picos de insulina no sangue, o que em última análise causaria fome e falta de saciedade, efeitos que são ruins para qualquer dieta e portanto reduzidos pela presença das fibras da aveia.